Cultura

Pautas envolvendo temas sobre cultura e entretenimento (cinema, games, música)

A jornada do herói na animação “O Rei Leão”

Resumo: O que é um herói? Popularmente, um herói é definido como um personagem forte e honesto, que ao encarar o perigo, combate seu adversário com coragem e bravura. No entanto, para Joseph Campbell, o herói não é definido somente por seu perfil e características, mas sim pelo desenvolvimento de sua trajetória desde o chamado da aventura até o encontro de sua recompensa. Nesse texto, essa trajetória é identificada no longa de animação “O Rei Leão” (1994).

‘The Last of Us’ e o conceito de arte em games

Na E3 2015 (maior evento de jogos de videogame do mundo), Shawn Layden, um dos executivos da Sony Interactive Entertainment (SIE), disse a seguinte frase: “Os videogames são o zeitgeist da nova geração”. Mas o que isso significa? Usado e criado pelos românticos alemães, zeitgeist significa “espírito da época”, um conjunto de características de um determinado período que representa o seu momento. Seria o videogame o representante da era que estamos vivendo?

'Evil Dead' e quando o trash vira tendência

Em 1981, os filmes de terror voltaram a ficar em evidência. Com longas como Halloween – A Noite do Terror (Halloween, 1978) e Sexta-Feira 13 (Friday the 13th, 1980), novas portas se abriram para diretores se arriscarem, mesmo com investimentos mais honestos, se comparados à grande indústria. O jovem Sam Raimi foi um desses diretores e com ele surgiria o filme que seria base para muitas outras obras: The Evil Dead, ou conforme traduzido no Brasil, Uma Noite Alucinante – A Morte do Demônio (1981).

As facetas do RPG: caminhando entre o limiar da fantasia e da realidade

Surgido de forma oficial em 1974, o roleplaying game (RPG) de mesa apareceu pela primeira vez com o lançamento de Dungeons & Dragons (D&D), jogo feito pela empresa Tactical Studies Rules Inc (TSR). Comparado com a estrutura atual dos jogos de RPG, o D&D de 1974 (isso porque o próprio sistema foi atualizado ao longo do tempo, chegando em sua quinta versão atualmente) era bem simples e dinâmico e a temática de fantasia medieval, inspirado pela mitologia mundial (diversos povos), história, literatura e romances de fantasia fez com que o jogo ganhasse muitos seguidores.

Como o coronavírus "cancelou" o cinema em 2020

A pandemia do coronavírus está afetando mais do que a saúde mundial: o cinema e a produção cultural já estão entre os mais abalados pela crise. O Festival de Cannes, uma das principais mostras e premiações do cinema internacional, foi adiado indefinidamente no último dia 14. Tanto filmagens quanto estreias de filmes foram adiadas pelo mundo afora, além de eventos importantes, como a Comic Con de Seattle, a WonderCon, na Califórnia, a PerifaCon e a Virada Cultural, ambas em São Paulo. Outros chegaram a ser cancelados, como a San Diego Comic Con, a CinemaCon, em Las Vegas, e o festival South By Southwest (SXSW), no Texas. A lista dos cancelamentos é grande e continua crescendo a cada dia. Nesse cenário fica uma pergunta — como vão ficar as coisas no universo cinematográfico em 2020 e que consequências isso trará para o cinema?

O significado do “fim” em Clarke e Asimov

O mundo literário em torno do gênero de ficção científica é vasto em seus temas, mas a fixação em saber como será o fim das eras, o epílogo da raça humana, alcança leitores através dos tempos. Invasão alienígena, guerra química, o surgimento de algum vírus mortal ou mesmo o apocalipse bíblico são objetos de uso para escritores desenvolverem suas ideias e aproveitarem a liberdade criativa que o gênero oferece.

Em busca do elo perdido: cinema e seus conceitos de viagem no tempo

Sempre em alta no meio nerd, o tema de viagem no tempo fascinou e continua fascinando muitas pessoas ao redor do mundo. Até mesmo culturas antigas, ocidentais e orientais, têm partes que envolvem ideias sobre a viagem no tempo, tanto no âmbito religioso através de milagres, quanto através de mágica. A grande virada na concepção de ideia de viagem no tempo ocorreu com o lançamento do livro A Máquina do Tempo (The Time Machine, 1985) de H.G. Wells.

Quando os vivos estavam mais mortos do que os próprios zumbis

Nascido como alternativa barata na realização do cinema de terror, a temática zumbi tornou-se marco na cultura pop, seja através de quadrinhos (Walking Dead), jogos (Resident Evil), música (Thriller, Michael Jackson) e literatura (Eu sou a Lenda, Richard Matheson). Entretanto, foi através de filmes, e mais especificamente de um diretor, que o assunto alcançou seus questionamentos mais relevantes.

Filmes que não são adaptações de jogos, mas poderiam ser...

Em um mundo que cada vez mais intercala mídias em suas artes, o cinema e o videogame se interpolam e podem até confundir o espectador, já que encontramos jogos que parecem filmes interativos, e filmes (às vezes interativos) que parecem jogos. Infelizmente, não vemos muito sucesso de público e crítica em tramas derivadas de jogos, o que deixa os fãs desses games desconfiados e sem esperança para uma melhora nesse quesito. Apesar disso, alguns entusiastas tentam aproveitar resquícios de videogame em outros longas, mesmo estes não sendo adaptações de jogos eletrônicos.